Páginas

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

O Carisma e a caridade de um jogador chamado Özil


No dia 15 de outubro de 1988, nascia Mesut Özil, o jogador germânico de origem turca que mudaria o conceito de “alemão”. Na Copa do Mundo do ano passado, o atleta conquistou o torneio no Brasil e ainda abraçou a causa solidária a respeito do país. Vamos conhecer os detalhes do futebol do muçulmano devoto El Mago de Öz.


Proporcionando shows e espalhando compaixão

Os alemães golearam a nossa seleção em nossa casa, um vexame que jamais será esquecido, o placar de 7 a 1 traumatizará eternamente os brasileiros. E por fim, ainda comemoraram o título aqui. Por outro lado, os germânicos quebraram os paradigmas, interagiram com a população e foram carismáticos com os nativos. Özil, um dos destaques da seleção alemã na competição, dançou com os índios, apareceu com uniformes de clubes brasileiros durante o mundial e bateu bola com as crianças da Escola Municipal de Santo André. O comportamento alemão continuava chamando a atenção, a Federação de Futebol Alemã (DFB) doou materiais e móveis para essa escola, além disso, financiou a construção de um campo de futebol para os moradores da região. A DFB também disponibilizou várias bicicletas para crianças de lá e ainda doou € 10 mil euros para que os índios comprassem um veículo para ajudar no atendimento médico à comunidade.


O bom coração de Mesut salvou 23 crianças carentes do Brasil

O meia Özil pagou pela cirurgia de 23 crianças brasileiras doentes depois da Copa do Mundo de 2014, uma para cada jogador do elenco alemão. A ideia era agradecer o tratamento do povo brasileiro durante o torneio, e não há nenhuma dúvida de que a sua intenção foi genuína, mas também valeu ao jogador do Arsenal o prêmio Laureus, um dos mais importantes do esporte.  “Queridos fãs, antes da Copa do Mundo eu ajudei na cirurgia de 11 crianças doentes. Já que a vitória na Copa do Mundo não foi apenas por causa de 11 jogadores, mas pelo nosso time inteiro, eu vou agora elevar o número para 23. Esse é o meu agradecimento pessoal pela hospitalidade do povo brasileiro”, explicou o atleta na rede social. Özil ainda informou que as cirurgias foram um sucesso. Depois da cerimônia na Alemanha, o jogador contou que tem vários outros pequenos projetos parecidos para ajudar crianças ao redor do mundo.

Um ano depois de conquistar o título da Copa do Mundo no Brasil, com a seleção da Alemanha, o meio-campista Mesut Özil, do Arsenal, decidiu fazer outra doação que vai possibilitar a realização de cirurgias em 11 crianças brasileiras, da cidade de Coroatá, no interior do Maranhão.

A quantia doada por Özil não foi revelada. Segundo a imprensa inglesa, ela deve ultrapassar os US$ 400 mil dólares. O dinheiro foi repassado a instituições de caridade no Brasil, que serão as responsáveis por bancar as cirurgias que devem ser realizadas até o final deste ano. O jogador declarou que quer continuar deixando marcas positivas no país em que se sagrou campeão mundial e ajudar crianças que precisam de apoio. Dentro de campo, o meia tem altos e baixos pelo Arsenal e pela seleção da Alemanha, mas, fora dele, vem tendo atitude de craque.

"São apenas detalhes do futebol"